IGP-M desacelera a 0,40% na 2a prévia, por atacado

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) desacelerou a 0,40 por cento na segunda prévia de novembro, ante alta de 0,50 por cento em igual período de outubro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

REUTERS

22 de novembro de 2011 | 08h31

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) esfriou para 0,44 por cento, contra avanço de 0,66 por cento na segunda prévia de outubro.

Dentro do IPA, o grupo Bens Intermediários desacelerou a alta para 0,31 por cento, ante 0,99 por cento no mês passado. "O destaque coube ao subgrupo materiais e componentes para a manufatura, cuja taxa passou de 1,00 por cento para 0,27 por cento", disse a FGV em nota.

Matérias-Primas Brutas também desacelerou -de 1,27 por cento para 0,65 por cento-, puxado sobretudo pela menor inflação no minério de ferro (de 5,53 por cento para 2,23 por cento) e mandioca (de 13,78 por cento para 1,43 por cento).

Já o grupo Bens Finais registrou variação positiva de 0,39 por cento, ante deflação de 0,24 por cento na segunda prévia de outubro. "A maior contribuição para esta aceleração teve origem no subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de -2,15 por cento para 2,30 por cento", informou a FGV.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) acelerou a alta a 0,30 por cento, ante 0,23 por cento.

Três das sete classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo, com destaque para o grupo Alimentação (de -0,18 por cento para +0,30 por cento). Os itens que mais contribuíram para este movimento foram hortaliças e legumes (-5,60 por cento para 1,76 por cento), frutas (de -1,34 por cento para 0,01 por cento) e carnes bovinas (de 0,67 por cento para 1,13 por cento).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,37 por cento, ante 0,12 por cento no mesmo período de outubro. Destaque para o índice que representa o custo da Mão de Obra, que registrou taxa positiva de 0,52 por cento na segunda prévia de novembro, ante 0,03 por cento no mesmo período de outubro.

(Reportagem de José de Castro)

Tudo o que sabemos sobre:
INFLACAOIGPM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.