IGP-M desacelera, mas atacado agrícola segue alto

Índice registra variação de 1,09% no mês, ante alta de 1,76% em dezembro do ano passado

Reuters,

30 de janeiro de 2008 | 08h46

A inflação pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) desacelerou em janeiro, mas ficou acima das expectativas, refletindo uma variação ainda forte dos custos dos alimentos. O indicador subiu 1,09% em janeiro, seguindo a alta de 1,76% no mês anterior, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quarta-feira, 30.  Veja também:Entenda os principais índices de inflação   A média de previsões de analistas consultados pela Reuters apontava avanço de 0,98% para o índice, enquanto a mediana mostrava uma leitura de 0,96%.  Entre os componentes, o Índice de Preços por Atacado (IPA) subiu 1,24% neste mês, ante avanço de 2,36% em dezembro. A alta do IPA agrícola caiu praticamente pela metade, mas seguiu significativa, ao passar de 5,95% em dezembro para 2,31% em janeiro.  O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) avançou 0,96%, frente à variação positiva de 0,67% no mês anterior. No varejo, os custos de alimentação aceleraram a alta, para 2,25% neste mês, ante 1,73% no passado. As principais altas foram do tomate e do feijão carioquinha.  O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou alta de 0,41%, depois da elevação de 0,43% em dezembro.

Mais conteúdo sobre:
InflaçãoIGP-M

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.