IGP-M deve fechar 2007 com alta entre 7,5% e 8%

A inflação de 2007 medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) deve ficar entre 7,5% e 8%, na avaliação do coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Salomão Quadros. Ele fez o comentário após observar a taxa acumulada do ano do índice, até a segunda prévia de dezembro, que ficou em 7,52%.Para o economista, esse resultado aumenta as apostas de uma taxa anual do IGP-M maior do que a apresentada pelo IGP-10 - que fechou o ano com alta de 7,38%.Porém, Quadros comentou que não acredita em uma taxa de 8%, ou acima desse patamar. "Acho que é muito. Não há tempo para uma aceleração dessa, tão meteórica", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.