Ikea faz recall de 36 milhões de cômodas após seis mortes

Ikea faz recall de 36 milhões de cômodas após seis mortes

O recall envolve seis modelos da linha MALM produzidos entre 2002 e 2016, além de cerca de 100 outras linhas de cômodas e baús

O Estado de S.Paulo

28 Junho 2016 | 17h19

A varejista sueca de móveis Ikea anunciou nesta terça-feira, 28, um recall de quase 36 milhões de cômodas nos Estados Unidos e Canadá. Acidentes com os móveis já provocaram a morte de ao menos seis crianças, alertou a Comissão de Segurança de Produto ao Consumidor dos EUA.

Os móveis podem tombar se não estiverem corretamente afixados nas parede, alertou a entidade, que destacou que todos os acidentes fatais envolveram crianças de três anos de idade ou menos. Uma criança morreu cerca de 27 anos atrás, enquanto os outros óbitos foram mais recentes, entre 2002 e 2016. O órgão ainda disse que recebeu 36 relatos de crianças que se acidentaram. 

A queda de móveis ou aparelhos de televisão matam uma criança a cada duas semanas nos Estados Unidos, segundo a comissão.  O recall envolve seis modelos da linha MALM produzidos entre 2002 e 2016, além de cerca de 100 outras linhas de cômodas. A empresa anunciou que irá oferecer reembolso ou um kit grátis para afixar os móveis às paredes.

Mais conteúdo sobre:
Recall Móveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.