IKEA mira expansão na França e loja em Paris

IKEA mira expansão na França e loja em Paris

A maior varejista de móveis do mundo, vai investir 600 milhões de euros no país até 2017

REUTERS

14 de outubro de 2014 | 13h00

A IKEA, maior varejista de móveis do mundo, vai investir 600 milhões de euros (760 milhões de dólares) na França até 2017 para abrir sete novas lojas e renovar dois de seus pontos existentes, disse a empresa nesta terça-feira, criando 1.300 empregos e proporcionando algum ímpeto para uma economia em dificuldades.

O grupo sueco - conhecido por seus móveis de baixo custo, mas com design diferenciado e por suas lojas fora das cidades - também está considerando a abertura de uma loja no centro de Paris e a criação de pontos de coleta para bens encomendados online para responder às mudanças nos hábitos de compras.

"Nós estamos começando a avaliar a viabilidade da abertura de uma loja dentro de Paris. O projeto está realmente em um estágio inicial à medida que ponderamos a logística e o tamanho de loja", afirmou o executivo-chefe da IKEA para a França, Stefan Vanoverbeke, em entrevista coletiva.

Compras em lojas fora de cidades em todo o mundo têm sido prejudicadas pelo elevado preço dos combustíveis e uma tendência, pela primeira vez no setor varejista, de consumidores fazendo compras menores e mais frequentes mais perto de casa, devido a orçamentos familiares apertados.

O anúncio da IKEA chega em um momento em que o governo socialista francês luta para enfrentar o alto desemprego e fraco gasto dos consumidores em face do baixo crescimento econômico.

(Por Dominique Vidalon)

Tudo o que sabemos sobre:
VAREJOIKEAFRANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.