Divulgação
Divulgação

Ilha 'mal assombrada' é privatizada na Itália

Empresário pagou o equivalente a R$ 1,5 milhão por Poveglia, considerada a ilha mais mal assombrada do mundo, e terá de investir mais de R$ 50 milhões para recuperar o local

Economia & Negócios,

14 de maio de 2014 | 17h24

SÃO PAULO - A ilha Poveglia, considerada 'a mais assombrada do mundo', na Lagoa de Veneza, foi vendida em leilão por R$ 1,5 milhão.

A ilha foi leiloada pelo governo italiano como parte do esforço para reduzir despesas e melhorar as contas públicas.

O empresário italiano Luigi Brugnaro adquiriu o direito de explorar por 99 anos a ilha que ganhou má fama ao ser usada sucessivamente para confinamento de pacientes de doenças contagiosas, túmulo coletivo e centro de experiências sinistras de um médico louco.

Brugnaro diz que ainda não decidiu o que fará de Poveglia.Ele calcula que para reformar as instalações deterioradas pelo abandono e recuperar a infraestrutura do local terá de investir mais de R$ 50 milhões.

Em Poveglia morreram mais de 100 mil pessoas ali confinadas durante a peste que dizimou europeus no século 16.

Como se não bastasse, a ilha ficaria ainda mais tristemente famosa quando, em tempos modernos, um médico fundou ali um sanatório de loucos nos quais os pacientes eram lobotomizados em massa.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Itália

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.