Imagem do país é afetada por polêmicas

PARA LEMBRAR

, O Estadao de S.Paulo

23 de março de 2010 | 00h00

O caso Rio Tinto começou em julho de 2009, quando quatro executivos da mineradora australiana foram presos sob a acusação de roubar segredos de Estado. Posteriormente, a denúncia foi modificada para corrupção e roubo de segredo de empresas, punidos no país com penas mais brandas. A polêmica que envolveu a mineradora Rio Tinto, mais a saída da China de uma das maiores empresas do mundo, o Google, representam um duro golpe para a imagem do país como destino preferencial de investimentos estrangeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.