Imóveis: alternativas em fundos imobiliários

Os fundos imobiliários vêm sendo usados como opção de investimento por quem quer entrar no mercado imobiliário, mas não tem recursos suficientes para comprar um imóvel.De fato, essa é uma vantagem de um fundo imobiliário em relação a um imóvel. Porém, analistas ressaltam que, nesse produto, o investidor delega ao administrador da carteira a responsabilidade pelos cuidados com os imóveis - gestão dos bens. "Como ainda é um segmento muito recente, é mais difícil para o investidor escolher um bom administrador", afirma o consultor de finanças, Mauro Halfeld.Uma das maneiras para contornar essa desvantagem, segundo Halfeld, é uma postura mais cuidadosa do investidor em relação à sua aplicação. "Será preciso uma atenção maior e um acompanhamento mais freqüente. O interesse deve começar logo na escolha do produto. As carteiras formadas por mais de um imóvel ou por escritórios e lojas são as mais indicadas. Também é recomendado optar por fundos formados por unidades prontas e em processo de locação", afirma o consultor. Funcionamento de um fundo imobiliário A carteira de um fundo imobiliário é formada por um ou mais imóveis, que podem estar em fase de construção ou já prontos. No caso das carteiras com imóveis ainda em fase de construção, o investidor pode fazer a compra da cota à vista ou parcelada e deve estar ciente de que receberá rendimentos apenas depois da conclusão e locação dos imóveis.O ganho com um fundo imobiliário provém do valor apurado com a locação dos imóveis. Esse total é distribuído aos investidores, de acordo com o número de cotas de cada um. Algumas carteiras garantem um rendimento mínimo durante um determinado tempo. Depois disso, o retorno para o investidor passa a ser baseado apenas no valor da locação dos imóveis. Assim como qualquer fundo de investimento, os fundos imobiliários apresentam uma taxa de administração. Trata-se de um porcentagem que incide mensalmente sobre o valor da aplicação, acrescida dos rendimentos. Em um fundo imobiliário, o investidor também paga a alíquota de 20% sobre o ganho mensal com a aplicação. Veja mais informações sobre imóveis nos links abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.