Imóvel mobiliado pode render lucro na locação

Alugar um imóvel mobiliado é uma prática muito rara na cidade de São Paulo. Especialistas do setor de imóveis afirmam que a oferta deste tipo de imóvel ainda é pequena. O público que procura imóvel mobiliado são, em geral, estudantes que vem de outras cidades e executivos de empresas multinacionais que passam uma temporada na Capital paulista. Imóveis mobiliados podem significar uma valorização do preço do aluguel, dependo do estado geral dos mobília.De acordo com a gerente de locação da administradora de condomínios Lello Lello Intermediadora de Negócios, Roseli Hernandes, este é um mercado que ainda tem pouca procura e pouca oferta, mas pode significar uma vantagem financeira para ambas as partes. ?Essa modalidade de locação pode ser um grande atrativo, valorizando o aluguel em até 25%, dependendo do imóvel e do estado da mobília?, explica. Ela também destaca que o imóvel mobiliado pode ser uma vantagem para quem vai passar um período em São Paulo e não pretende gastar dinheiro com móveis. Os imóveis mobiliados possuem um público específico. Segundo Hubert Gebara, diretor da Hubert Assessoria Imobiliária, esse tipo de locação é voltada para universitários que vêm de outras cidades para estudar, executivos de multinacionais que estão sempre sendo transferidos de um local para outro e para pessoas que se divorciam e, ao se mudar, não pretendem gastar dinehiro com mobília.A gerente da Lello ressalta que esse tipo de locação ocorre também quando o proprietário deixa o imóvel após o casamento dos filhos para morar numa unidade menor ou quando sua família se muda para outro Estado ou país. ?Antes de alugar este tipo de imóvel, realizamos uma vistoria completa com fotografias e descrição detalhada sobre o estado geral de conservação dos imóveis e da mobília?, alerta Roseli Hernandes.Valorização de até 50%Hubert Gebara informa que se o imóvel tiver uma mobília básica como armários embutidos, box, luminárias, carpete e chuveiro, o preço do aluguel pode ter valorização de até 20%. ?Se a mobília for completa com mesas, cadeiras, sofá, fogão, geladeiras e outros móveis, a locação pode ter uma valorização de até 50%, dependo do estado da mobília e do tamanho do imóvel?, avisa.Mercado pouco aquecidoDe acordo com o vice-presidente do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), Sérgio Lembi, o mercado de locação de imóveis mobiliados é pouco aquecido e foi substituído pelos flats. ?É difícil encontrar unidades de dois a quatro dormitórios com mobília. Além disso, são casos raros pois ninguém mobília o imóvel para alugar?, afirma.Para o presidente da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC), Cláudio Anauate, este é um mercado que não significa nem 1% dos imóveis de locação de São Paulo. ?É um péssimo negócio, pois o proprietário corre o risco de ter seu imóvel e sua mobília danificada. Além disso, os flats e hotéis suprem a necessidade do público deste tipo de imóvel?, alerta. Ele destaca que imóveis mobiliados só são encontrados em unidades de no máximo dois dormitórios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.