Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Impasse no Senado dos EUA derruba bolsas asiáticas

Mercado de Tóquio perde 5,55% e é seguido por Seul 4,38%, Hong Kong 5,48% e Xangai 3,81%

Agências internacionais,

12 de dezembro de 2008 | 06h32

As Bolsas asiáticas fecharam o último pregão desta semana com resultados negativos, puxadas pelo fracasso das conversas sobre o plano de ajuda para as montadoras no Senado americano. Veja também:Para 'Economist', corte de juros pode não servir para emergentes Fracassa reunião de senadores sobre montadoras Ex-presidente da Nasdaq é preso por fraude bilionária nos EUADe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio baixou 484,68 pontos (5,55%), aos 8.235,87. O índice Topix caiu 35,88 pontos (4,22%), para 813,37. Em Seul, o índice Kospi perdeu 50,61 pontos (4,38%), aos 1.103,82. O indicador de valores tecnológicos Kosdaq caiu 8,42 pontos (2,56%), para 320,07. Os outros mercados asiáticos também operaram com perdas. Hong Kong perdeu 5,48%; Kuala Lumpur 0,79%; Cingapura 3,58%; Bangcoc 0,55%; Jacarta 3,55%; Manila 2,04% e Xangai 3,81%. A reunião dos senadores republicanos dos EUA para discutir o pacote de socorro às montadoras terminou sem acordo. Os senadores atribuíram o fracasso da reunião ao sindicato dos trabalhadores da indústria automotiva (United Auto Workers - UAW). Segundo os congressistas, o sindicato disse ao representante dos republicanos nas negociações, o senador Bob Corker, que não aceita reduções de salários como parte do acordo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.