Importação de soja pela China deverá ser recorde em 2009

A China, maior importador de soja do mundo, deve comprar 42,48 milhões de toneladas da oleaginosa para o ano de 2009, um aumento de 13,5 por cento contra o último ano, de acordo com uma pesquisa.

REUTERS

09 de dezembro de 2009 | 14h02

O Centro Nacional de Informações de Grãos e Óleos da China (CNGOIC) estimou que as importações em novembro e dezembro totalizarão 7,6 milhões de toneladas.

"Apesar do fato de que alguns carregamentos poderiam sofrer atrasos em dezembro, há ainda uma grande possibilidade de as importações em todo o ano excederem 42 milhões de toneladas", projetou o centro em um relatório.

Compradores chineses contrataram um alto volume da safra de soja dos Estados Unidos em meio a um recorde de produção no país, mas o clima úmido atrasou o embarque para a China.

O centro ainda afirmou que as importações em dezembro podem atingir o recorde mensal de 4,8 milhões de toneladas após alguns carregamentos para novembro terem sido adiados para este mês.

O armazenamento pelo país da safra doméstica de soja a preços mais altos levaram muitas processadoras no norte do país a buscarem por importações, mais baratas. A indústria de ração para porcos tem estimulado a demanda por farelo de soja.

(Reportagem de Niu Shuping e Tom Miles)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSSOJACHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.