finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Importação de US$ 2,6 bi em químicos é recorde em outubro

As importações brasileiras de produtos químicos superaram US$ 2,6 bilhões em outubro, um recorde mensal, de acordo com dados divulgados hoje pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). Conforme a entidade, as compras externas de intermediários para fertilizantes, que somaram US$ 579 milhões no mês e superaram em 49% o valor registrado em setembro, e as de produtos farmacêuticos, de US$ 520 milhões e 24% superiores na mesma comparação, contribuíram fortemente para o novo recorde em importações.No acumulado dos 10 meses do ano, informa a Abiquim, as compras externas de produtos químicos ultrapassaram US$ 19,6 bilhões, uma alta de 38,2% ante o mesmo intervalo do ano passado.As exportações, por sua vez, cresceram 21,9% até outubro, para US$ 8,8 bilhões. "Os principais produtos químicos exportados pelo País são as resinas termoplásticas, com vendas de US$ 1,5 bilhão; aditivos de uso industrial, que somaram US$ 619 milhões; e os petroquímicos básicos, que chegaram a US$ 616 milhões", aponta a entidade em comunicado.Dessa forma, o déficit na balança comercial de produtos químicos em 10 meses ultrapassou a marca US$ 10,8 bilhões, o que representa novo recorde. Nos 12 meses compreendidos entre novembro de 2006 e outubro, o saldo era negativo em US$ 12,3 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.