Marcelo Sayão/Efe
Marcelo Sayão/Efe

coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Importação de veículos cai 40,3% em março

 Resultado foi pior que o esperado, segundo a associação que congrega os importadores

Agência Estado,

15 de abril de 2013 | 15h12

SÃO PAULO - A venda de veículos importados caiu 40,3% em março, em comparação a março do ano passado. A queda mostra o impacto das medidas tomadas pelo governo para proteger a indústria nacional e segurar as importações.

O total de veículos importados no mês foi de 8.161 unidades, segundo a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva). Em dezembro de 2011, o governo determinou a elevação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os carros importados em 30 pontos porcentuais.

No primeiro trimestre foram vendidos 24.217 veículos importados no mercado brasileiro, o que representa uma queda de 31,7% sobre o primeiro trimestre do ano

passado.O presidente da entidade, Flavio Padovan, informou que a queda de importações neste indício de 2013 foi mais intensa do que o esperado.

"Estamos confiantes de que o volume deverá melhorar, principalmente no segundo semestre do ano, quando as empresas que confirmaram produção no Brasil poderão se habilitar a uma cota adicional" de importação, afirmou.

Segundo a Abeiva, a participação dos importados nas vendas do setor em março caiu de 4,81% em março de 2012 para 3,04% este ano. As vendas das empresas associadas à Abeiva corresponderam à aproximadamente 15% no acumulado de janeiro a março de 2013 (23.530 unidades), de um total de 159.004 veículos importados para o Brasil. As montadoras locais responderam por cerca de 85% do total de carros importados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.