Importação do álcool já pode ser feita com alíquota zero

Já está em vigor a redução a zero da alíquota de importação do álcool etílico (anidro e hidratado). A resolução, da Câmara de Comércio Exterior relativa à última reunião, realizada no dia 22 de fevereiro, foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União. Ao todo são 19 itens e além do álcool etílico estão o cimento comum, a acrilonitrila (matéria-prima da indústria têxtil), a palha de ferro ou aço, esponjas, esfregões e artefatos para limpeza, polimento e usos semelhantes e o sulfato de amônio. O objetivo é ajudar no controle da inflação e segurar a valorização do real em relação ao dólar, além de estimular a construção civil e combater o alto preço do álcool combustível no mercado interno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.