finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Importações crescem e saldo comercial cai 32,6%

O superávit da balança comercial em agosto está 32,6% menor que o de agosto de 2006. A queda no ano é de 9,2%, segundo dados divulgados ontem pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.O resultado é explicado pelo crescimento das importações, que, no ano, estão 27% maiores que no mesmo período de 2006. As exportações cresceram 14,8%. Na quarta semana do mês, as exportações somaram US$ 3,232 bilhões e as importações, US$ 2,494 bilhões, um saldo de US$ 738 milhões.No mês, as exportações somam US$ 11,618 bilhões e as importações, US$ 9,217 bilhões, com superávit de US$ 2,401 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 98,952 bilhões e as importações, US$ 72,566 bilhões, com saldo positivo de US$ 26,386 bilhões.O aumento das exportações em agosto está ocorrendo sobretudo nos produtos básicos, com alta de 17,5%, considerando a média diária. Os principais aumentos foram do milho em grão, algodão em bruto, minério de cobre, carne de frango, soja em grão, fumo em folhas e farelo de soja.Nas importações, aumentaram principalmente os gastos com cereais e produtos de moagem, siderúrgicos, automóveis e partes, químicos orgânicos e inorgânicos, equipamentos mecânicos e instrumentos de precisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.