Importações já avançam 61,8%

Faltando apenas seis dias úteis para fechar o mês, o superávit da balança comercial em junho já é 47,6% menor, pela média diária, que o de junho do ano passado. O saldo acumulado é de US$ 1,5 bilhão, com média diária de US$ 100,1 milhões. A queda é resultado de importações fortes, com alta de 61,8%, enquanto que as exportações crescem em ritmo muito menor, de 29,9%. As vendas externas somam em junho, até a terceira semana, US$ 12,78 bilhões, com média diária de US$ 852,3 milhões. As importações totalizam US$ 11,28 bilhões, com média diária de 752,2 milhões. Somente na semana passada, a balança comercial apresentou exportações de US$ 4,09 bilhões e importações de US$ 3,75 bilhões, resultando em superávit de US$ 346 milhões. Os dados divulgados ontem pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior mostram que neste mês aumentaram principalmente as importações de adubos e fertilizantes, combustíveis e lubrificantes, siderúrgicos e farmacêuticos. Nas exportações, houve crescimento das vendas nas três categorias de produtos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.