Felipe Siqueira/Estadão
Felipe Siqueira/Estadão

Imposto de Renda 2021: veja como declarar gastos com educação e o que pode ter dedução

Ao contrário das despesas médicas, há o valor limite de R$ 3.561,50 para o que pode ser deduzido dos gastos com educação

Felipe Siqueira, O Estado de S.Paulo

04 de março de 2021 | 12h01

Entre as possibilidades de dedução no Imposto de Renda estão os valores gastos com educação - do próprio contribuinte ou de dependentes. Mas, ao contrário das despesas médicas, neste caso há um limite de dedução. 

Em dúvida sobre como declarar o Imposto de Renda? Envie um email com seus questionamentos para economia@estadao.com e especialistas da KPMG e da Unafisco, em parceria com o Estadão, vão respondê-las. 

O primeiro ponto a se prestar atenção é o limite, ou teto, de dedutibilidade. Isso significa que, independentemente do quanto acima desse valor o contribuinte gastou, esse será o máximo a ser deduzido na declaração. De acordo com a Receita Federal, o teto para 2021 é de R$ 3.561,50, mesmo que, eventualmente, a despesa tenha sido o dobro ou triplo disso.

O que entra como dedução em educação no Imposto de Renda?    

São considerados gastos com educação os seguintes tópicos: 

  • Educação infantil 
  • Ensino fundamental 
  • Ensino médio 
  • Graduação 
  • Pós-graduação (seja lato sensu ou stricto sensu) 
  • Cursos tecnológicos 

O que não entra como dedução em educação no Imposto de Renda? 

Não entram como dedutíveis na parte de educação no Imposto de Renda itens que saiam da educação regular ou que não tenham fim profissionalizante, de acordo com o planejador financeiro certificado pela Associação Brasileira de Planejadores Financeiros, a Planejar, Carlos Renato. "Vai entrar como dedução no Imposto de Renda todo tipo de curso que está na grade normal. O que não tem a ver com isso, se não é profissionalizante, nem faz parte da grade, não entra", explica. 

Portanto, alguns exemplos sobre o que não entra como dedução em educação são: 

  • Cursos de idiomas, como escolas de inglês, espanhol, entre outros 
  • Cursos esportivos, como escolas de futebol, natação, entre outros 
  • Cursos de música - não se aplica a cursos de graduação em música 

Como declarar gastos com educação no Imposto de Renda? 

Para este passo a passo, o Estadão contou com a colaboração do planejador financeiro certificado pela Associação Brasileira de Planejadores Financeiros, a Planejar. 

  • Abra o programa da Receita Federal 
  • Inicie uma declaração, em seu CPF 
  • No canto esquerdo da tela, clique em "Pagamentos Efetuados". O item pode aparecer também no centro do monitor, nas opções disponibilizadas pelo aplicativo 
  • Clique em "Novo" 
  • Selecione o código que melhor represente o gasto. Neste caso, entrará em dois possíveis itens: 1, para despesas com educação no Brasil, 2, para gastos no exterior

  • Coloque se o gasto foi com o titular da declaração, dependente ou alimentando 
  • Insira o CNPJ da instituição e o nome 
  • Digite o valor gasto 
  • Coloque a "Parcela não dedutível". Neste item, é necessário colocar eventuais reembolsos 
  • Feito tudo isso, é só apertar em "Ok" 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.