Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão

seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Imposto maior sobre combustíveis será repassado ao consumidor

Em nota, Petrobrás afirma que preço nas refinarias da gasolina e do diesel serão acrescidos dos valores de PIS/Cofins e Cide

Mariana Congo, Economia & Negócios

19 de janeiro de 2015 | 22h28


O aumento de impostos sobre combustíveis será repassado ao consumidor, afirmou a Petrobrás nesta segunda-feira, 19, em nota. Os preços da gasolina e do diesel nas refinarias serão acrescidos dos tributos PIS/Cofins e Cide. 

"A Petrobrás informa que em decorrência da decisão do Governo Federal de elevação de tributos sobre a gasolina e diesel, os preços desses derivados nas refinarias serão acrescidos dos valores de PIS/Cofins e CIDE, ficando o preço líquido para a Petrobrás inalterado", informa o documento.

O governo anunciou nesta segunda-feira, 19, a volta da tributação de PIS/Cofins e da Cide sobre os combustíveis. Os tributos estavam zerados desde 2012. Com a medida anunciada pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, serão acrescidos R$ 0,22 sobre o preço do litro da gasolina e de R$ 0,15 sobre o litro do diesel. A medida começará a valer em 1º de fevereiro. O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirmou que a arrecadação com a Cide será de R$ 3,6 bilhões e com PIS/Cofins, de R$ 9,6 bilhões em 2015.

O aumento de impostos sobre os combustíveis faz parte do pacote de medidas que têm como objetivo o aumento da arrecadação federal e o ajuste das contas públicas, segundo o governo.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.