Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Imposto maior sobre combustíveis será repassado ao consumidor

Em nota, Petrobrás afirma que preço nas refinarias da gasolina e do diesel serão acrescidos dos valores de PIS/Cofins e Cide

Mariana Congo, Economia & Negócios

19 de janeiro de 2015 | 22h28


O aumento de impostos sobre combustíveis será repassado ao consumidor, afirmou a Petrobrás nesta segunda-feira, 19, em nota. Os preços da gasolina e do diesel nas refinarias serão acrescidos dos tributos PIS/Cofins e Cide. 

"A Petrobrás informa que em decorrência da decisão do Governo Federal de elevação de tributos sobre a gasolina e diesel, os preços desses derivados nas refinarias serão acrescidos dos valores de PIS/Cofins e CIDE, ficando o preço líquido para a Petrobrás inalterado", informa o documento.

O governo anunciou nesta segunda-feira, 19, a volta da tributação de PIS/Cofins e da Cide sobre os combustíveis. Os tributos estavam zerados desde 2012. Com a medida anunciada pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, serão acrescidos R$ 0,22 sobre o preço do litro da gasolina e de R$ 0,15 sobre o litro do diesel. A medida começará a valer em 1º de fevereiro. O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirmou que a arrecadação com a Cide será de R$ 3,6 bilhões e com PIS/Cofins, de R$ 9,6 bilhões em 2015.

O aumento de impostos sobre os combustíveis faz parte do pacote de medidas que têm como objetivo o aumento da arrecadação federal e o ajuste das contas públicas, segundo o governo.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.