Impostos poderão ser pagos pela Internet

Em breve, os contribuintes que devem ao Leão não precisarão mais usar o Documento de Arrecadação da Receita Federal (Darf), que é pago nos bancos, pois a Receita permitirá que os contribuintes realizem o pagamento de seus débitos pela Internet. O primeiro imposto a seguir esse modelo será o IR, mas é provável que outros tributos também possam fazer parte da lista. Para efetuar o pagamento pela Internet, o contribuinte terá que autorizar o desconto em conta corrente do valor devido à União. O outro tributo que pode ter alteração no pagamento é o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), mas isso ainda não foi definido. Fora esses, boa parte dos tributos federais é retido na fonte, como o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).Restituição em conta correnteUma mudança, a partir deste ano, é o pagamento da restituição do IR somente por meio de crédito em poupança ou conta corrente. Isso quer dizer que os contribuintes que não preencherem este pré-requisito serão obrigados a abrir conta para que possam receber a restituição. A nova medida busca inibir a ação de fraudadores.As mudanças não valem só para os contribuintes, mas também para os bancos. Agora, não basta que as instituições financeiras façam os pagamentos. Caso haja restituição indevida, a instituição financeira será obrigada a arcar com a devolução dos valores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.