Inadimplência cai 2,1% no primeiro trimestre, diz Serasa

A inadimplência caiu em todo o País no primeiro trimestre desse ano. Em relação ao mesmo período de 2003, houve uma redução de 2,1% nos débitos de consumidores e empresas. Os dados, do Indicador Serasa de Inadimplência, foram divulgados nesta sexta-feira.Em comparação com mesmo período do ano passado, a inadimplência se manteve estável no primeiro trimestre do ano, com ligeira redução de 0,2%. Um resultado melhor que o registrado nos três primeiros meses do ano passado, quando houve alta de 8,6% da inadimplência, em relação ao mesmo período de 2002.Entre os componentes do Indicador Serasa, os cheques sem fundos continuam sendo os maiores responsáveis pela inadimplência, com 36% do índice total de março, seguido pelas dívidas com cartões de crédito e financeiras (33%), registros de inadimplência nos bancos (29%) e títulos protestados (2%).Pessoas jurídicasAo contrário dos consumidores, as empresas estão reduzindo a inadimplência de forma mais acentuada. A pesquisa da Serasa constatou queda de 15,2% nos primeiros três meses de 2004 em relação a igual período do ano passado. Os títulos protestados representaram 45% do indicador de inadimplência no primeiro trimestre desse ano, seguidos pelos cheques sem fundos (39%) e os registros no sistema financeiro (16%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.