Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Inadimplência cai 4,4% na 1ª quinzena do mês, diz ACSP

A inadimplência na capital paulista recuou 4,4% nos primeiros 15 dias do mês em relação a igual período de 2012, segundo o Indicador de Registro de Inadimplentes (IRI), medido pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Na comparação com a primeira quinzena de agosto, a queda foi de 0,7%.

KELLEN MORAES, Agencia Estado

16 de setembro de 2013 | 18h37

Na avaliação da ACSP, o declínio da inadimplência resulta da recuperação do crédito e das campanhas de renegociação de dívidas. Em balanço recém-divulgado, a entidade também apresentou os dados do Indicador de Recuperação de Crédito (IRC), que teve aumento de 8% nos primeiros 15 dias deste mês, comparado a igual intervalo de 2012, e de 7,9% em relação a agosto passado.

A associação explica que, neste ano, as campanhas de renegociação de dívidas estão sendo antecipadas para setembro, aproveitando a primeira parcela do 13º salário dos aposentados e os reajustes de grandes categorias, como as de metalúrgicos, bancários e químicos. Para a entidade, a tendência de recuperação de crédito deve ser mantida nas próximas semanas.

O levantamento da ACSP é realizado com base na amostra de dados de clientes da Boa Vista Serviços, que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).

Vendas

A pesquisa da ACSP também indica que as vendas a prazo no comércio paulistano apresentaram queda de 4,2% nos primeiros 15 dias de setembro na comparação com igual período de 2012. No entanto, a entidade faz a ressalva de que esse intervalo avaliado teve um dia útil a mais do que no ano passado. Se o número de dias fosse igual, o Índice de Movimento do Comércio a Prazo (IMC) teria alta real de 4,5%. Na comparação com a primeira quinzena de agosto, o IMC teve recuo sazonal de 5,4%, explicado pelo Dia dos Pais.

O Indicador de Movimento de Cheques (ICH), que mede as vendas à vista na cidade, registrou queda de 4% em relação a igual período do ano passado, com um dia útil a menos. Ajustado pela média diária, houve alta de 4,7%. Na comparação com agosto, a redução foi de 24,7%, de caráter sazonal e também por ter dois dias úteis a menos, explica a ACSP.

Tudo o que sabemos sobre:
inadimplênciaACSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.