coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Inadimplência continua a crescer em abril

O número de títulos protestados de pessoas físicas e jurídicas no País registrou alta de 4,8% em abril, comparado ao mesmo mês do ano passado, segundo a Serasa, empresa de informações de proteção ao crédito. No acumulado do ano, a alta da inadimplência verificada é de 8,4% na comparação com o mesmo período de 2001, sendo que as dívidas de consumidores finais subiram 8,8% e de empresas, 8,2%.Os dados da Serasa não consideram o movimento de títulos não pagos em São Paulo, onde uma lei estadual criada no ano passado estabeleceu que o ônus da cobrança fica por conta do devedor e não mais do cobrador. Essa nova legislação estimulou o ajuste de contas de carnês e cheques sem fundo que já estavam arquivados nas empresas e aumentou o volume na região. A Serasa considera que a inclusão de São Paulo na conta nacional distorce o resultado.No acumulado do ano, o protesto de pessoas físicas soma 401 mil títulos e o de pessoas jurídicas, 1,1 milhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.