Inadimplência cresceu só no Nordeste, diz Boletim do BC

Calote avançou 0,1 ponto porcentual na região entre março e maio, para 4,2%

Agência Estado

12 de agosto de 2013 | 15h09

BRASÍLIA - O Banco Central informou nesta segunda-feira, 12, que, no trimestre encerrado em maio, apenas a região Nordeste apresentou aumento da inadimplência, que saiu de 0,1 ponto porcentual (p.p.) no trimestre terminado em fevereiro, para 4,2% entre março e maio. A inadimplência no Nordeste para as empresas subiu 0,3 p.p., para 2,8%. No Norte ficou estável em 4,3%. Nas demais regiões, diminuiu 0,1 p.p.. Na média nacional, ficou estável em 3,2%, de acordo com o Boletim Regional Trimestral publicado nesta segunda-feira, 12.

Em todas as regiões, o crédito concedido a pessoas físicas se expandiu principalmente nas modalidades financiamento imobiliário e crédito consignado, segundo O BC. O crescimento do crédito a empresas foi maior em operações contratadas pelo serviço público - exceto saúde e educação - no Norte, Nordeste e Sudeste; e em empréstimos vinculados à geração, transmissão e distribuição de eletricidade e gás, agricultura e indústrias de papel e papelão, no Centro-Oeste. No Sul, o crescimento do crédito foi relativamente homogêneo.

Tudo o que sabemos sobre:
BCBoletim Regionalinadimplência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.