Inadimplência de empresas sobe em abril, diz a Serasa

A inadimplência das empresas subiu 1,1% em abril, na comparação a março, segundo a Serasa Experian. Em relação a igual mês de 2013 houve alta de 2,7%. Também é verificada elevação, de 6,2%, na comparação do primeiro quadrimestre de 2014 com igual período de 2013. Em nota, economistas da Serasa Experian apontam que entre os motivos da alta na inadimplência estão "a desaceleração da atividade econômica, a elevação dos custos por conta de ganhos salariais subindo acima da produtividade e as sucessivas elevações das taxas de juros, que aumentaram o custo financeiro do capital de giro junto aos bancos".

MÁRIO BRAGA, Agencia Estado

27 de maio de 2014 | 09h49

A alta no indicador de inadimplência das empresas em março foi puxada principalmente por débitos junto a bancos e a cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços. As dívidas bancárias e não bancárias apresentaram variação positiva de 3,1% e 2,7%, respectivamente. A alta nos cheques sem fundos foi de 0,4%, enquanto os títulos protestados recuaram 2,5% na passagem de março para abril.

O valor médio dos cheques sem fundos caiu 18,0% no primeiro quadrimestre deste ano, ante igual período de 2013, movimento também registrado nas dívidas com bancos (queda de 4,3%). Já o valor médio dos títulos protestados subiu 9,6% e o das dívidas não bancárias registrou alta de 6,8%.

Tudo o que sabemos sobre:
inadimplênciaempresasSerasaabril

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.