Inadimplência em condomínios cai pelo 3º mês seguido

O total de ações de cobrança levadas à Justiça por inadimplência em condomínios caiu 3,41% em novembro ante outubro, a terceira queda mensal consecutiva. Levantamento organizado pela administradora de imóveis Hubert, com dados do Fórum de Justiça de São Paulo, mostra que o número de processos ajuizados na capital paulista contra condôminos que atrasaram o pagamento passou de 910 ações em outubro para 879 em novembro. De setembro para outubro, a queda chegou a 14,55%, caindo de um montante de 1.065 processos para 910. Na comparação anual, no entanto, foi registrado avanço no total de ações ingressadas na Justiça, alta de 2,5% ante novembro de 2008 (de 857 processos para 879).

GUSTAVO URIBE, Agencia Estado

18 de dezembro de 2009 | 19h56

Na opinião do diretor da administradora de condomínios, Hubert Gebara, a tendência de queda no número de ações de cobrança acompanha a recuperação da economia. "O desemprego diminuiu e a massa salarial aumentou. São fatos positivos e estimulantes", avaliou. O diretor alertou, contudo, que o movimento de queda pode ser interrompido no início de 2010. De acordo com ele, o aumento da inadimplência é típico nesta época em decorrência dos gastos de final de ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.