carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Inadimplência na compra de veículos é a maior desde 2000

5,5% dos financiamentos para aquisição de veículos deixaram de ser pagos em fevereiro — mesmo patamar registrado em junho de 2009, até então o mais elevado

Adriana Fernandes e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

27 de março de 2012 | 13h17

BRASÍLIA - O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Túlio Maciel, informou que a inadimplência de 5,5% dos financiamentos para compra de veículos registrada em fevereiro é a maior da série, que teve início em 2000. Segundo ele, esse patamar de inadimplência é o mesmo registrado em junho de 2009 (até então o mais elevado).

Questionado se esse crescimento da inadimplência não traz riscos para a economia brasileira, Maciel destacou que o crescimento da economia, o fim do aperto monetário e da retirada das medidas macroprudenciais contribuem para a melhoria da inadimplência de uma forma geral.

Ele ponderou ainda que os bancos estão mais seletivos na concessão de crédito, o que ajuda na acomodação da inadimplência. Outro fator apontado por Maciel é a moderação das concessões de crédito na modalidade de empréstimos que mais contribuiu para o aumento da inadimplência, justamente os financiamentos para a compra de veículos. "É um conjunto de fatores que nos fazem crer na reversão da inadimplência", disse.

O chefe do Depec destacou ainda que a inadimplência maior teve reflexos na alta das taxas juros e do spread cobrados pelos bancos nos créditos. Mas ele antecipou que dados de março já mostram um recuo das taxas de juros.

Tudo o que sabemos sobre:
inadimplênciaveículosfevereiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.