Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Inadimplência no comércio paulistano aumenta em janeiro

A inadimplência no comércio varejista paulistano apresentou alta em janeiro, segundo pesquisa divulgada hoje pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). No período, foram recebidos 321.619 registros no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), o que representou crescimento de 3,5% em relação ao mesmo mês de 2004 (310.781 registros) e elevação de 0,6% na comparação com dezembro do ano passado (319.548 registros). Apesar do aumento, o número foi considerado normal pela Associação, que destacou que a inadimplência continua sob controle.Quanto aos registros cancelados, o levantamento da ACSP mostrou que o consumidor continua optando por retirar seu nome da lista de inadimplentes, apesar da menor intensidade em relação ao final de 2004, quando o 13º salário foi amplamente utilizado para esta finalidade. Foram cancelados 250.193 registros, número 4,6% maior que o verificado em janeiro de 2004, mas 32,3% menor que o de dezembro.Na pesquisa da ACSP ainda foram constatadas, em janeiro, quedas no número de títulos protestados (39,8% na comparação anual e 17,3% na comparação mensal), falências requeridas (baixas de 29% e 59,1%) e falências decretadas (reduções de 43,5% e 71,7%). O número de concordatas requeridas caiu 20% sobre o resultado de janeiro de 2004 e 33,3% em relação a dezembro do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.