bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Inadimplência sobe no Sudeste do País, apura Telecheque

O nível de inadimplência na região Sudeste ficou em 3,30% em abril, alta de 0,43 ponto porcentual em relação a março 

Carla Araújo, da Agência Estado,

13 de maio de 2013 | 14h05

O nível de inadimplência na região Sudeste ficou em 3,30% em abril, alta de 0,43 ponto porcentual em relação a março, quando tinha alcançado 2,87%, de acordo com a Pesquisa Nacional sobre Liquidação de Cheques feita mensalmente pela Telecheque e divulgada nesta segunda-feira, 13. Em abril de 2012, o nível de inadimplência ficou em 3,11%.

A falta de fundos é o motivo apontado para a inadimplência em 77,27% dos casos. As demais razões alegadas foram cheques sustados, com 7,88%; roubados ou furtados, com 3,03%; fraudados, com 2,12%; e outros, com 9,70%.

O Sudeste ficou em quarto lugar entre as regiões brasileiras em relação ao nível de inadimplência de abril. O Nordeste foi o primeiro colocado, com 4,60%, seguido do Norte, com 3,93%, região Centro-Oeste, com 3,39%, e região Sul, com 2,55%.

Segundo a pesquisa, o valor médio dos cheques emitidos no Sudeste em abril registrou alta de 1,82%: o tíquete médio passou de R$ 352,94 em março para R$ 359,38 no mês passado. Na comparação com abril de 2012, houve alta de 20,61%, pois o valor registrado era de R$ 297,97.

Tudo o que sabemos sobre:
inadimplênciaTelechequeabril

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.