Inaugurada primeira usina térmica emergencial

Foi inaugurada em Vitória (ES) a primeira das 58 usinas térmicas emergenciais, contratadas pelo governo para funcionar como reserva no caso de haver seca nos próximos três anos. A usina, instalada no Porto de Tubarão, utiliza óleo diesel e terá capacidade para gerar 40 MW. Também hoje foi assinado o último contrato para instalação dessas térmicas. A última unidade será instalada em Goiânia, e terá capacidade para gerar 48 MW. As usinas do programa emergencial, que estão contratadas até 2005, terão capacidade para gerar 2.153,6 MW, para as regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.Deste total, 750 MW de capacidade instalada foram contratadas da empresa Brasympe, do grupo Caterpillar, a mesma que instalou a unidade de Porto Tubarão. As usinas só serão usadas em situações emergenciais, pois seu custo operacional é muito elevado, devido ao uso de óleo diesel. Quando for necessário seu uso, o custo da tarifa mais elevada será distribuído entre os consumidores, sendo que, no caso dos residenciais, só pagará quem consome mais de 350 MW mensais. Já o custo do alguel destes equipamentos será pago por todos os consumidores, com exceção dos de baixa renda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.