Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Inbev compra cervejaria chinesa por US$ 742,57 milhões

A Inbev - empresa que resultou da fusão entre a brasileira Ambev e a belga Interbrew - anunciou hoje o início da consolidação de sua liderança no mercado chinês, com a aquisição de 100% dos interesses da maior cervejaria da província de Fujian, a Fujian Sedrin Brewery. O acordo custou à companhia US$ 742,57 milhões.O processo de negociações destaca que, do total da empresa, 39,48% serão repassados imediatamente ao novo proprietário, assim que houver aprovação de órgãos reguladores. O restante, equivalente a 60,52%, deve ser entregue até 2007, pois ainda espera outros estágios de negociações - estes com acionistas. "Essa transação é um passo extremamente significante em nossa estratégia e poder, reforçando nossa posição de liderança e marca no sudeste da China", disse Carlos Brito, diretor-geral da Inbev. "O selo da companhia será um dos cinco maiores em volume global de vendas, com potencial significativo de crescimento e expansão", completou.A companhia na ChinaA Inbev já tem seu espaço em terras chinesas. Em 2004, chegou próximo aos 3,5 bilhões de litros em vendas, com liderança em cada uma das províncias. A companhia opera nas províncias de Fujian, Guangdong, Hebei, Hubei, Hunan, Jiangsu, Jiangxi e Zhejiang, empregando 15 mil pessoas. As informações são da Inbev.Brasileiro é escolhido para liderança da InbevNa última semana, foi anunciado que o novo diretor-geral da companhia para a América do Norte será o brasileiro Miguel Nuno da Mata Patrício. Ele assumirá o lugar de outro brasileiro, Carlos Brito, nomeado em dezembro para a função de principal executivo da empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.