InBev: preço ofertado pela Anheuser-Busch é 'justo'

O presidente-executivo da fabricante de bebidas InBev, Carlos Brito, afirmou hoje que a oferta de US$ 65 por ação pela cervejaria norte-americana Anheuser-Busch é um "preço justo" e indicou que a InBev não vai aumentar sua proposta. "É um preço justo, completo", disse Brito.Após reunião com a senadora democrata Claire McCaskill, Brito afirmou acreditar que o conselho da Anheuser-Busch tomará a decisão correta e aceitará a oferta da InBev. Momento antes, McCaskill havia dito que se opõe completamente ao acordo e que faria tudo em seu poder para bloqueá-lo. A Anheuser-Busch tem sede em Saint Louis, Michigan (EUA), Estado norte-americano pelo qual McCaskill é senadora.McCaskill expressou preocupação sobre as pensões dos funcionários da Anheuser-Busch e sobre potenciais cortes de emprego como conseqüência de uma venda da empresa para a InBev. Brito afirmou, porém, que a combinação das duas companhias seria boa e que a InBev não tem histórico de redução de números de vagas após transações como essa.O executivo se recusou a comentar se a InBev fará uma oferta hostil e disse apenas que não há um prazo final para que o conselho da Anheuser-Busch tome uma decisão.Apesar das palavras fortes, McCaskill admitiu que, como senadora dos Estados Unidos, provavelmente terá pouca autoridade para impedir que um acordo seja fechado. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.