Inclusão social impulsiona bons resultados

O vice-presidente da República, Michel Temer, disse ontem, em São Paulo, que o crescimento da economia puxado, especialmente, pela ascensão da classe C tem ajudado as empresas a melhorarem seus rendimentos e a investirem mais, gerando um círculo virtuoso que torna o Brasil cada vez mais atrativo a novos negócios.Temer participou da cerimônia de entrega do prêmio Destaque Agência Estado Empresa 2011, representando a presidente Dilma Rousseff, que viajou para o Paraguai, onde participará hoje da reunião de cúpula do Mercosul.

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2011 | 00h00

Em sua 11.ª edição, o prêmio destacou as dez empresas de capital aberto que apresentaram os melhores resultados no ano passado. "O Brasil está mesmo no caminho certo, está crescendo com inclusão social", afirmou Temer, creditando parte dos resultados das companhias ao crescimento da classe média que passou a consumir mais.

Na presença de cerca de 300 executivos, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse que o processo de aumento da rentabilidade das empresas "vem de um círculo virtuoso de investimentos que o País atravessa". Coutinho ressaltou que os investimentos totais crescem a uma taxa de 10% ao ano, principalmente em infraestrutura e nos setores da indústria, serviços, construção e agronegócios.

O diretor-presidente do Grupo Estado, Silvio Genesini, ressaltou ser um sinal da inequívoca vitalidade da economia o fato de as empresas brasileiras terem obtido um retorno líquido de 14,2% em 2010 - um dos maiores índices obtidos no mundo, superior ao de empresas de países como Estados Unidos, Chile e Argentina. Segundo explicou o presidente da Economática, Fernando Excel, parceiro da Agência Estado na premiação, para cada R$ 100 investidos no ano passado, as empresas lucraram R$ 14,2. "Foi um desempenho extraordinário, talvez o melhor da história das empresas de capital aberto. Nos últimos 20 anos, nunca lucraram tanto quanto em 2010."

Entre as autoridades presentes estavam o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, o seu vice, Guilherme Afif Domingos, e o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.