Índia cresce 9,1% no 1º semestre do ano fiscal

A economia da Índia cresceu 9,1% no primeiro semestre do ano fiscal, marcado por uma forte valorização da rúpia em relação ao dólar, o que poderia colocar em risco o crescimento do país, segundo o governo."As crescentes entradas de capital podem ter um impacto nos indicadores macroeconômicos, por meio dos valores de câmbio", reconheceu um relatório do Poder Executivo enviado ao Parlamento. O primeiro semestre do ano fiscal, que começou em abril, esteve caracterizado por uma entrada em massa de capitais, que agravou o déficit em conta corrente. O crescimento da economia indiana foi empurrado pelo bom comportamento da indústria (que cresceu 9,8%) e dos serviços (10,4%), mas, segundo o relatório, persistem desafios no setor agrícola e na absorção da mão-de-obra em setores produtivos.O governo comemorou também os dados da inflação, que, após 68 semanas, ficou abaixo dos 4% em termos anualizados, e a criação de 47 milhões de empregos em seis anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.