Índia espera menores safras por fraca temporada de chuvas

Um atraso nas chuvas de monção da Índia deve reduzir as safras semeadas no verão, arroz, milho e outros grãos em 10 por cento em relação ao ano passado, disse o ministro da Agricultura nesta segunda-feira, uma queda a qual traders dizem ser muito pequena para gerar uma proibição das exportações pelo governo.

MAYANK BHARDWAJ, Reuters

24 de setembro de 2012 | 14h37

A estimativa do ministro da Agricultura, Sharad Pawar, foi a primeira das quatro previsões que o governo vai divulgar durante a safra 2012/13, que começou em julho. As safras semeadas no verão naquele país incluem arroz, milho, outros cereais e leguminosas.

A produção de grãos semeados no verão deve totalizar 117,18 milhões de toneladas, disse Pawar a jornalistas, 9,8 por cento abaixo da temporada anterior.

A Índia, porém, possui estoques abundantes de arroz e milho, como resultado de duas boas colheitas consecutivas, e traders disseram que isso significa que qualquer queda na safra deste ano não deve alterar a política de exportação do governo.

"Há incertezas sobre a monção, uma vez que as chuvas foram atrasadas", disse Pawar. "Como resultado, nossas estimativas podem ser mais baixas que o ano passado, mas são melhores que o esperado."

"Essas são apenas estimativas preliminares e eu estou confiante de que a produção será substancialmente maior como foi o caso antes", acrescentou ele.

A Índia é o segundo maior produtor de arroz e importante exportador do grão. O país também é grande exportador de milho, representando 3 por cento do comércio global.

Pawar estimou que a produção total de grãos da Índia para o ano pode cair 3,3 por cento ante o ano passado, para 249 milhões de toneladas, mas acrescentou que a produção de arroz, trigo, milho e outros cereais ainda seria maior que a demanda.

A produção de arroz indiana em 2012/13 deve recuar 6,5 por cento ante o ano anterior, para 85,59 milhões de toneladas, disse Pawar. O milho deve perder 8,2 por cento, para 14,89 milhões de toneladas e a produção de cana-de-açúcar foi projetada em 335,33 milhões de toneladas, 6,2 por cento abaixo do ano passado, acrescentou o ministro.

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSSAFRASINDIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.