Índia não deve interromper exportação de açúcar, arroz e trigo

A Índia não possui planos imediatos para frear as exportações de açúcar, arroz e trigo, uma vez que uma recente retomada das chuvas de monção vai ajudar algumas safras semeadas no verão, disse o ministro da Alimentação do país, K. V. Thomas, nesta quarta-feira.

Reuters

22 de agosto de 2012 | 10h29

"Nós não podemos interromper abruptamente as políticas de livre exportação, ainda que a oferta doméstica continue a ser prioridade", disse Thomas à jornalistas.

A Índia, segundo maior produtor mundial de açúcar, arroz e trigo, foi afetada por uma seca pela primeira vez em três anos. A onda de tempo seco elevou as preocupações sobre a produção agrícola e os consequentes limites à exportação.

As chuvas de monção da Índia ficaram levemente abaixo da média na semana passada, mas fortes chuvas chegaram ao Estado de Rajastão, aliviando os temores de uma repetição da seca generalizada que afetou o país três anos atrás.

(Reportagem de Ratnajyoti Dutta)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSEXPORTACAOINDIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.