Índia pode sustentar expansão de 9 a 10%, diz premiê

As condições são favoráveis para aÍndia alcançar e sustentar um crescimento econômico de 9 a 10por cento, apesar de o país necessitar de um aumento das taxasde poupança e de investimento, disse o primeiro-ministro,Manmohan Singh, nesta terça-feira. A Índia vem crescendo a uma média de 8,6 por cento nosúltimos quatro anos fiscais e deve atingir uma expansão similarno ano fiscal 2007/08, que acaba em março. "Tem sido um bom ano para a economia da Índia... Ascondições são todas favoráveis para que sustentemos uma taxa decrescimento de 9 a 10 por cento", afirmou. "A taxa ambiciosa de crescimento que procuramos alcançarrequer determinados esforços para aumentar as taxas deinvestimentos e poupança. O maior parte dos recursos para odesenvolvimento da Índia deve vir de dentro." A taxa de poupança do país é de 34 por cento do ProdutoInterno Bruto (PIB) e a de investimento é de 35 por cento. (Por Unni Krishnan)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.