Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Índia reduz juros para estimular crescimento

O banco central da Índia reduziu sua taxa básica de juros em 1 ponto percentual neste sábado para estimular o crescimento e reforçar a confiança do investidor em meio a sinais de desaceleração da atividade e pouco depois dos ataques mortais de Mumbai. A decisão veio um dia depois de o governo reduzir os preços de combustível o país pela primeira vez em quase dois anos e antes do esperado anúncio de medidas fiscais para manter a terceira maior economia da Ásia em expansão. Após cortes de juros ao redor da Ásia, no Reio Unido e na zona do euro esta semana, o Federal Reserve da Índia (RBI) reduziu sua taxa em 100 pontos básicos para 6,5 por cento, o menor patamar em dois anos e meio. Economistas disseram que o corte, que veio em linha com expectativas, era positivo para a economia e para o mercado, que estava fechado neste sábado, mas que tem sido fortemente abatido pela crise financeira global. "Para a economia reagir nós agora precisamos de medidas fiscais que foquem em questões setoriais específicas", afirmou o economista-chefe do Yes Bank, Shubhada Rao. O mercado acionário indiano já despencou 55 por cento este ano, a rupia chegou a um recorde histórico de baixa e uma sondagem mostrou que a produção industrial se contraiu em novembro, enquanto as vendas de veículos estão em queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.