Indicadores ajudam ações na Europa

As principais bolsas da Europa fecharam em alta, após dados mostrarem que os consumidores da zona do euro ficaram menos pessimistas em julho e que, durante o período, a atividade do setor privado da região cresceu no ritmo mais rápido dos últimos três meses. A divulgação de resultados financeiros mais fortes que o previsto por empresas como ABB e Roche também ajudou as ações. A Bolsa de Londres subiu 1,90%, a de Paris ganhou 3,05% e a de Frankfurt avançou 2,53%. Em Madri, Atenas e Lisboa, as bolsas fecharam em alta de 2,61%, de 2,66% e de 1,82%, respectivamente.

, O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.