Índice cai 3% logo após abertura, com cena externa ruim

A Bolsa de Valores de São Paulo abriu os negócios desta segunda-feira em forte queda, acompanhando a tendência negativa dos mercados internacionais, frente a uma combinação de mais notícias econômicas e corporativas desanimadoras. Às 11h17, o Ibovespa assinalava baixa de 3,05 por cento, aos 34.698 pontos. Entre os balizadores de negócios, estava a notícia de que o Japão entrou em recessão pela primeira vez em sete anos no terceiro trimestre, à medida em que a crise financeira mundial impactou a demanda pelas exportações do país. O banco central da França previu que o país terá retração de 0,5 por cento no quarto trimestre. No plano corporativo, a rede de TV norte-americana CNBC informou que o presidente-executivo do Citigroup deve anunciar cortes de até 50 mil empregos. (Reportagem de Aluísio Alves)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.