Índice Cielo do varejo sobe 4,8% em abril

O Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) subiu 4,8% na receita de vendas do comércio varejista em abril deste ano ante o mesmo mês de 2013, já descontada a inflação. Na comparação com março, o ICVA apresentou crescimento de 2,2%. Na receita de vendas nominal a expansão no mês passado foi de 11,9% em relação a abril de 2013, e de 9% ante março deste ano.

CARLA ARAÚJO, Agencia Estado

15 de maio de 2014 | 14h33

De acordo com o gerente da área de inteligência da Cielo, Gabriel Mariotto, a aceleração do varejo em abril foi impulsionada, principalmente, pelo setor de supermercados e hipermercados. "O bom desempenho do segmento foi influenciado pelas vendas da Páscoa. Feriados costumam impactar negativamente as vendas em geral, mas no caso da Páscoa para os supermercados esse efeito é inverso", afirmou.

"Descontado esse efeito, observa-se que o segmento teve forte aceleração em abril, tanto em termos nominais quanto no índice deflacionado", complementa Mariotto. Segundo Mariotto, descontados os efeitos de calendário, o crescimento de abril seria ainda maior: 6,4% no índice deflacionado e 13,7% no nominal. Como em março estes crescimentos foram, respectivamente, de 5,0% e 12,0%, houve aceleração no ritmo de vendas do comércio varejista em abril.

Para Marcos Gouvêa de Sousa, economista da consultoria Gouvêa de Sousa, o desempenho do varejo depende da renda, do emprego, do crédito e da confiança. "Os três primeiros itens estão contribuindo de forma positiva para o crescimento das vendas. No entanto, a confiança vem caindo nos últimos meses e pode fazer com que no futuro o varejo não se recupere totalmente", disse. Segundo Sousa, o efeito Copa do Mundo pode impulsionar as vendas, porém de alguns setores específicos. "E isso pode prejudicar outras categorias que não têm produtos ligados a esse momento de Copa", ponderou.

Dia das Mães

A Cielo calculou também o desempenho do comércio varejista na semana que antecedeu o Dia das Mães. Segundo a empresa, a receita das vendas cresceu 10,2% este ano na comparação com o ano passado. "O resultado é bom, mas tivemos um crescimento menor do que o registrado no ano passado", diz Mariotto. Em 2013, a data havia registrado uma expansão na receita de 14,6% ante 2012.

O tíquete médio gasto na compra do Dia das Mães foi de R$ 78 ante os R$ 76 do ano passado. "Esse crescimento de 2,4% está bem abaixo da inflação no período", destacou.

O ICVA acompanha mensalmente a evolução do varejo de acordo com a receita nominal de vendas, com base em um grupo de 24 setores mapeados pela Cielo, de pequenos lojistas a grandes varejistas. De acordo com a empresa, o índice não tem correlação com o desempenho financeiro da Cielo. No entanto, os dados que compõem o ICVA são capturados, de forma agregada, da base de 1,4 milhão de pontos de venda ativos credenciados à Cielo no País.

Tudo o que sabemos sobre:
varejoCieloabril

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.