Índice de ações da Ásia cai e registra pior mês da história

Banco do Japão corta taxa básica de juros para 0,3%, mas movimento foi menor que o esperado

RAFAEL NAM, REUTERS

31 de outubro de 2008 | 07h32

O índice de ações da Ásia teve mais um dia de queda nesta sexta-feira, encerrando o pior mês já registrado pelo indicador acionário da região. Ainda assim, algumas bolsas de valores conseguiram fechar a semana mantendo parte dos ganhos registrados nos últimos dias, por conta de um certo otimismo em relação a novos cortes de juros que podem ajudar a economia global se recuperar.   Veja também De olho nos sintomas da crise econômica  Veja os reflexos da crise financeira em todo o mundo Veja os primeiros indicadores da crise financeira no Brasil Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise Dicionário da crise  O Banco do Japão cortou sua taxa básica para 0,3% nesta sexta-feira, a primeira redução de juro feita pelo banco central japonês em sete anos. Mas o movimento foi menor que o esperado e veio em uma decisão apertada. A moeda japonesa, o iene, se valorizou e o índice Nikkei da bolsa de Tóquio acabou ampliando as perdas que eram registradas antes da decisão, fechando em queda de 5,01%. O índice acionário MSCI Ásia-Pacífico, que acompanha as ações da região exceto o Japão, recuava 0,05% por volta das 7h22 (horário de Brasília). Ainda assim, o indicador acumula alta de 13% na semana, o maior ganho semanal já registrado pelo indicador. Mas no mês, a queda foi de 24% e de cerca de 54% no ano. Ao longo da semana, o Nikkei atingiu seu menor patamar em 26 anos, mas conseguiu subir cerca de 30% durante três sessões até quinta-feira. A bolsa de Seul, na Coréia do Sul, encerrou o pregão desta sexta-feira em alta de 2,61%, enquanto o índice acionário de Taiwan subiu 3,99%. A bolsa da Índia tinha alta de 6,27%. O mercado em Cingapura registrou queda, de 0,43%, enquanto a bolsa de Sydney subiu 0,42%. Em Hong Kong, o índice local fechou em queda de 2,52%, enquanto em Xangai, o indicador acionário registrou queda de 1,97%.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.