Índice de ações européias tem discreta alta, bancos se destacam

O principal índice acionário europeufechou com discreta valorização nesta quinta-feira, comdestaque para os ganhos de ações do setor financeiro após duasdecisões importantes sobre juros na Europa. Os investidores, no entanto, ainda se preocupam com ainflação na região, o que pode impedir novos abrandamentos dapolítica monetária. O Banco Central Europeu (BCE) manteve a taxa de juro dazona do euro, como era esperado, mas sinalizou temores com ospreços. O Banco da Inglaterra cortou a taxa em 0,25 pontopercentual. Segundo dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300, quereúne as principais ações das empresas européias, teve variaçãopositiva de 0,08 por cento, a 1.527 pontos. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de0,13 por cento, a 6.485 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX retrocedeu 0,05 por cento, a7.940 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,26 por cento, para 5.673pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou com variação negativa de0,02 por cento, a 29.940 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 0,67por cento, aos 15.695 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve baixa de 0,43 por cento, a13.098 pontos. (Reportagem de Sitaraman Shankar)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.