Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Índice de ações europeu cai por mineradoras e montadoras

As bolsas de valores europeias caíram nesta segunda-feira, após terem fechado nas máximas em mais de 10 meses na sexta-feira, enquanto a mineradora Rio Tinto era pressionada pelo caso de espionagem na China e a Volkswagen liderava as baixas do setor automotivo.

REUTERS

10 de agosto de 2009 | 13h22

O índice FTSEurofirst 300, referência principal dos mercados acionários da Europa, fechou em baixa de 0,64 por cento, a 944 pontos.

Os papéis de mineradoras pesaram com a Rio Tinto cedendo 3,3 por cento, após a China ter aumentado as acusações de espionagem contra a companhia.

Dentro do setor, Xstrata, BHP Billiton, Anglo American, Fresnillo, Kazakhmys e Antofagasta caíram entre 2,5 e 3,9 por cento.

No segmento automotivo, Volkswagen afundou mais de 7 por cento, após o HSBC ter reduzido o rating da montadora para "underweight", ante "neutro", e cortado o preço-alvo para as ações da companhia.

O principal índice de ações europeu fechou a quarta semana consecutiva de ganhos na sexta-feira, puxado por resultados corporativos fortes no segundo trimestre e, apesar das perdas desta sessão, acumula valorização de 46 por cento ante a mínima histórica atingida em março.

No ano passado, o indicador caiu 45 por cento.

"Existe uma suposição justa de que o crescimento dos lucros corporativos vai, uma vez recuperado, formar uma base no segundo trimestre", disse Robert Parker, vice-presidente da unidade de gerenciamento de ativos do Credit Suisse.

"Os resultados foram melhores que as expectativas dos analistas. Eu suspeito que esse seja o caso no terceiro trimestre, mas questiono se isso é sustentável até meados do ano que vem", afirmou, acrescentando que os consumidores nos países desenvolvidos têm tido que reduzir gastos e aumentar suas economias.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de 0,2 por cento, a 4.722 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,75 por cento, para 5.418 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 0,47 por cento, para 3.504 pontos.

Em MILÃO, o índice FTSE/MIB encerrou em alta de 0,81 por cento, a 21.576 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou depreciação de 0,22 por cento, para 10.923 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve ganhos de 0,20 por cento, para 7.493 pontos.

(Por Dominic Lau)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.