Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Índice de atividade na zona do euro sobe em outubro

O índice composto dos gerentes de compras sobre atividade, que reflete a média da produção do setor de serviços e de manufatura, subiu para 53 em outubro na zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda), o nível mais elevado desde maio do ano passado, segundo a Markit. O índice ficou em linha com a previsão dos economistas, mas superou setembro, quando estava em 51,1. O setor de serviços da zona do euro cresceu em ritmo mais avançado do que o esperado em outubro, influenciado por contínua expansão na França e inesperado crescimento na Itália, mostrando os números da pesquisa Markit. O índice final dos gerentes de compras para o setor de serviços subiu para 52,6 em outubro, de 50,9 em setembro.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

04 de novembro de 2009 | 09h19

A alta surpreendeu os economistas, que esperavam elevação do índice de serviços na zona do euro para 52,3. Variações acima de 50 sugerem expansão da atividade e abaixo disso, contração. O índice PMI de serviços da França disparou para 57,7 em outubro, de 53,2 em setembro, levemente abaixo da estimativa de 57,8 dos economistas. O índice para o setor de serviços italiano avançou para 52,2 em outubro, de 48,5 em setembro, superando amplamente a expectativas dos economistas de alta para 49,1. O índice para o setor de serviços da Alemanha caiu em outubro mais do que o esperado, mas sustentou-se acima de 50, em 50,7 em outubro, de 52,1 em setembro. Economistas esperavam que o índice caísse para 50,9.

Reino Unido

O setor de serviços britânico expandiu-se pelo sexto mês seguido em outubro, registrando o melhor desempenho desde o início da crise no crédito, a mais recente indicação de que a economia do país deve retomar o crescimento antes do fim do ano. Segundo o grupo Markit Economics e o Instituto dos Gerentes de Compras, o índice de atividade no setor de serviços subiu para 56,9 em outubro, de 55,3 em setembro, o nível mais elevado desde agosto de 2007. Economistas esperavam que o índice subisse para 55,5 em outubro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
atividadezona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.