Índice de confiança da indústria cai 0,8%, apura FGV

O índice de confiança da indústria (ICI) caiu pelo segundo mês consecutivo em abril, ao recuar 0,8% na comparação com março, passando de 105,0 pontos para 104,2 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com isso, o ICI fechou um mês abaixo da média histórica recente (104,4) pela primeira vez desde agosto passado, sinalizando um início morno de segundo trimestre para o setor.

AE, Agencia Estado

30 de abril de 2013 | 08h29

Entre os subíndices que compõem o ICI, tanto o Índice da Situação Atual (ISA) quanto o Índice de Expectativas (IE) recuaram, em base mensal. O ISA cedeu 0,7%, ficando em 103,5 pontos, abaixo da média histórica (105,6), ao passo que o IE caiu 0,9%, aos 104,9 pontos, porém, ainda superior à média histórica (103,1).

Os dados mostram uma leitura mista, com o ISA fraco sugerindo insatisfação da indústria em relação ao momento presente, mas o IE sinalizando expectativas entre neutras e moderadamente otimistas em relação aos próximos meses. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) avançou levemente na passagem de março para abril, passando de 84,1% para 84,2%.

Tudo o que sabemos sobre:
indústriaconfiançaFGVabril

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.