Índice de Confiança de Serviços recua em agosto, diz FGV

Indicador, que caiu de 120,6 pontos para 117,5 pontos, foi influenciado pela percepção do setor em relação ao cenário atual e pelas expectativas para os próximos meses

Fernanda Nunes, da Agência Estado,

28 de agosto de 2012 | 08h57

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) recuou 2,6% na passagem de julho para agosto, na série com ajuste sazonal, informou nesta terça-feira a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O indicador saiu de 120,6 pontos para 117,5 pontos no período. "Após a quinta queda consecutiva, o índice chega ao menor patamar desde os 116,2 pontos de agosto de 2009 (96,8 pontos), resultado que sinaliza a manutenção de um ritmo moderado de atividade do setor no terceiro trimestre de 2012", informou a FGV.

A queda da confiança foi influenciada tanto pela percepção do setor em relação ao cenário atual quanto pelas expectativas para os próximos meses. O Índice de Situação Atual (ISA-S) caiu 2,2%, ante queda de 2,4% em julho; e o Índice de Expectativas (IE-S) recuou 2,9%, ante queda de 1,7% no mês anterior. Os dois índices - ISA-S e IE-S - compõem o ICS. O IE-S, com 131,2 pontos, ficou no menor resultado desde junho de 2009 (129,7pontos).

Tudo o que sabemos sobre:
confiançaserviçosFGV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.