Índice de confiança do consumidor alemão sobe em junho

O índice de confiança do consumidor da Alemanha medido pela GfK subiu pelo quinto mês consecutivo, para 6,5 pontos em junho, de 6,2 pontos em maio. A leitura para junho foi a maior desde setembro de 2007 e superou a previsão de economistas, de 6,2 pontos.

Agencia Estado

24 de maio de 2013 | 08h36

O resultado deve sustentar a expectativa de que o consumo das famílias continuará a impulsionar o crescimento na maior economia da Europa neste ano em meio a uma perspectiva de incerteza sobre as exportações.

Outra razão para a tendência de alta no clima do consumidor é a baixa disposição dos alemães em economizar, segundo a pesquisa, tendo em vista que a medida da propensão dos alemães para economizar caiu para seu nível mais baixo desde 1980, quando a GfK começou registrar os dados em uma base mensal. Isso pode ser atribuído em parte "a decisão do Banco Central Europeu (BCE) de reduzir ainda mais as taxas de juros na zona euro, a fim de impulsionar a economia", disse a GfK.

Um mercado de trabalho estável e "bons acordos coletivos de trabalho" levaram o subíndice da GfK para as expectativas sobre renda para 33,9 pontos em maio, de 30,8 pontos em abril. Enquanto o índice geral de confiança do consumidor refere-se a junho, todos os subíndices referem-se ao mês atual.

Os cerca de 2.000 consumidores ouvidos pela GfK a cada mês também se mantiveram otimistas em termos de compras maiores, o subíndice correspondente subiu para 37,7 pontos em maio, de 37,6 pontos em abril.

As expectativas econômicas dos consumidores também melhoraram em maio, para -0,2 pontos, de -1,5 pontos em abril, mas permaneceram abaixo da sua média de longo prazo, de zero. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhaconsumidorconfiançajunho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.