Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Índice de confiança empresarial sobe no Reino Unido

O índice de confiança empresarial no Reino Unido atingiu em abril seu nível mais alto em cinco meses, mas a gravidade da recessão britânica indica que as empresas locais deverão continuar enfrentando um difícil ambiente de negócios por mais algum tempo, segundo pesquisa divulgada pelo Lloyds TSB. O levantamento mensal de mercado corporativo do Lloyds mostrou que o índice de empresas que preveem melhores condições de negócios nos próximos 12 meses subiu para +14 pontos porcentuais no mês passado, ante -4 pontos em março. O nível de abril é o mais elevado do índice e também o primeiro resultado positivo desde novembro.

AE, Agencia Estado

10 de maio de 2009 | 21h07

A pesquisa, no entanto, sugere que o nível de confiança continua baixo e que boa parte das empresas não espera qualquer mudança no ritmo de atividade até o ano que vem. O porcentual de empresas que esperam aumento nos negócios nos próximos 12 meses subiu de 22% em março para 35% em abril, enquanto a parcela das que preveem queda diminuiu de 26% para 22%. Por outro lado, o porcentual de firmas que não esperam mudanças sofreu uma queda relativamente pequena, de 46% para 42%.

A pesquisa, que envolveu mais de 200 empresas, também mostrou que 45% delas estavam mais otimistas em relação à economia do que há três meses. Em março, esse porcentual era de 33%. A parcela de pessimistas caiu de 49% para 34%, enquanto a das que mantêm a mesma visão subiu de 17% para 20%. O governo britânico prevê que o PIB do Reino Unido vai encolher 3,5% este ano e crescer 1,2% em 2010. Mas o resultado do primeiro trimestre, que revelou uma contração da economia da ordem de 4,1% em relação ao mesmo período do ano passado, tem gerado preocupações de que as previsões oficiais talvez sejam otimistas demais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidoconfiançaempresários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.