Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Índice de Confiança Global mostra pessimismo em relação à recuperação da economia mundial

Levantamento do Fórum Econômico Mundial diz que menos de 10% dos entrevistados confiam na atual situação econômica.

BBC Brasil, BBC

21 de setembro de 2011 | 10h46

Em meio a reduções nas previsões de crescimento da economia global, especialistas dos setores público e privado têm pouca confiança na recuperação econômica e na governança, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela organização do Fórum Econômico Mundial.

O recém-lançado Global Confidence Index (Índice de Confiança Global) diz que, de 1.500 entrevistados - dos setores empresarial, governamental, acadêmico e de organizações internacionais -, menos de 10% expressam confiança no estado da economia global e na capacidade de governança num momento de crise.

Para 25% dos entrevistados, falta liderança global para lidar com os atuais problemas; a maioria teme levantes sociais durante este período.

Na mesma linha, menos de 10% acreditam que o mundo conseguirá ficar livre de uma grande oscilação econômica global nos próximos 12 meses.

A pesquisa é divulgada um dia depois de o FMI (Fundo Monetário Internacional) prever, no relatório World Economic Outlook ("Perspectivas da Economia Mundial", em tradução livre), que o crescimento global neste ano será de 4%, queda de 0,3 ponto percentual em relação à última projeção do Fundo, de junho.

Para 2012 a projeção também foi reduzida para 4%, com queda de meio ponto percentual, em meio a um cenário de maior "incerteza" sobre a recuperação global.

Liderança 'colaborativa'

"A falta de confiança no estado da economia global não surpreende, mas a correspondente falta de confiança na governança global é muito mais preocupante", afirmou em comunicado Lee Howell, diretor do Fórum Econômico Mundial.

"Esse prognóstico pessimista mostra a necessidade de líderes visionários e de liderança colaborativa, particularmente quando 60% dos entrevistados (do Global Confidence Index) duvidam da habilidade dos líderes cooperarem globalmente."

A articulação para lidar com a crise global é tema do discurso da presidente Dilma Rousseff na Assembleia Geral da ONU, nesta quarta.

O Global Confidence Index será apurado trimestralmente, com entrevistas com membros dos conselhos ligados ao Fórum Econômico Mundial. O próximo levantamento será publicado em 16 de novembro, e o seguinte, em 23 de janeiro de 2012, pouco antes da reunião anual do Fórum, em Davos. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.