Índice de Construção Civil sobe menos em junho

O Índice Nacional da Construção Civil apresentou alta de 0,74% em junho, ante elevação de 1,43% em maio, segundo informou hoje o IBGE. De acordo com o instituto, em junho do ano passado o indicador subiu 1,53%. No acumulado do ano, o indicador registra elevação de 4,95% e, nos últimos doze meses o índice registra alta de 9,70%. O IBGE informa que estes resultados acumulados são inferiores àqueles registrados em iguais períodos de 2003, quando atingiram aumentos de 9,36% e de 18,61% respectivamente.Com o resultado de junho, o custo nacional por metro quadrado ficou em R$ 480,22. Na composição do custo, R$ 276,00 são relativos aos materiais e R$ 204,22 à mão-de-obra. Em junho, a parcela dos materiais subiu 0,93%, abaixo do aumento registrado em maio (1,31%). Já o segmento de mão-de-obra, que em maio apresentou variação de 1,60% devido aos reajustes salariais em vários Estados, subiu em junho 0,49% - ou seja, "um recuo expressivo de 1,11 ponto percentual", de acordo com o comunicado do IBGE. No caso dos resultados acumulados, no ano o segmento de materiais teve alta de 5,43% e o de mão-de-obra, elevação de 4,29%. Em 12 meses, o grupo de materiais subiu 8,54%, e o de mão-de-obra, 11,30%.Por localidades, as regiões Sudeste e Centro-Oeste tiveram alta de 0,86% em seus Índices Nacionais da Construção Civil em junho, e a região Norte teve alta de 0,82% no indicador. Ou seja, as três regiões ficaram acima da média nacional (0,74%) na comparação mensal. As localidades cujos índices de construção ficaram abaixo da média do País foram as regiões Nordeste (0,60%) e Sul (0,50%). O IBGE informou ainda que os custos regionais por metro quadrado foram de R$ 517,84 para a região Sudeste; de R$ 483,48 para a região Sul; de R$ 464,69 para a região Centro-Oeste; de R$ 460,82 para a região Norte; e de R$ 433,41 para a região Nordeste. O Índice Nacional da Construção Civil é calculado pelo IBGE em convênio com a Caixa Econômica Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.